Breaking News
In Memoriam

Vitória da Conquista e Salvador, BA /2014

In Memoriam é fruto do projeto Eventos Imaginarios residência artística desenvolvida em Ensenada e Tijuana, fronteira noroeste do México(2011) durante 6 meses, com apoio da Funceb – Secult BA.

Trata-se de uma montagem performática com duração de 3 dias. O ponto de partida  é a pintura “West Coast” que retrata David Contreras, 54 anos – falecido durante a experiência de Eventos Imaginarios no México. David e seu irmão, Gabriel Contreras, foram parte fundamental da residência artística em Ensenada e estavam envolvidos com o projeto quando a morte de David aconteceu, de maneira inesperada, criando uma reviravolta na experiência. Abriu-se um portal de rememoração de histórias pessoais que me conectam com o tema da morte, da infância e de outras questões.

A pintura“West Coast” retrata David fazendo as letras “W” para west e “C” para coast (Costa Oeste) com as mãos, gestual característico da cultura chicana fronteiriça entre México e Estados Unidos, como um código de pertencimento. A fotografia foi tirada 3 dias antes de sua morte e a pintura, realizada em luto, após sua morte, como uma homenagem à sua história de vida.

A proposta de construir um mural único a cada vez envolve elementos multimídias ao redor do buraco negro central de onde parte a pintura póstuma de David, e acontece por meio da interação com o público. O procedimento de composição em tempo real começa 3 dias antes da abertura do evento. A obra é a própira montagem, aberta ao público. Ao logo dos dias, conto histórias enquanto componho o mural.  A composição e inter-relação entre diferentes elementos: desenhos, textos, escritos e objetos que criam um “fundo” de muitas camadas, sentidos e conexões para a “figura” – uma espécie de mapeamento livre das memórias.

In Memoriam é uma proposta de ressignificação da experiência. Interessa restituir a força da experiência e da palavra para tornar sensível o universo paradoxal das fronteiras, articulando questões micro e macro políticas. Espacialização de palavras e imagens, manuscritos e narrativas esquartejadas.

Venho buscando através de diversos procedimentos, traduzir as vivências no México, com seus espelhamentos e reverberações, para o campo simbólico, com o propósito de conectar tempos – passado, presente e futuro, gerando uma circularidade libertadora. In Memoriam cria um ambiente vivo onde forças de várias matizes e intensidades agregam valor fundamental `a pintura do centro. A incorporação do outro dependendo de um “sair de si”, o exterior em processo incessante de interiorização e o interior em movimento para fora.

Foi realizado pela primeira vez nos Salões de Artes Visuais da Bahia em Vitória da Conquista, BA (2014) quando recebeu o Prêmio do público.  A segunda realização da proposta foi na ocasião da Mostra Especial de Premiados dos Salões de Artes Visuais da Bahia no MAM – Museu de Arte Moderna da Bahia, em Salvador, BA (2014).